julho 31, 2009

Livro: Chegando Juntos - Emlyn Rees e Josie Lloyd


Antes de lerem esse post, quero pedir desculpas por não estar passando nos blogs de vocês, mas não estou pscicologicamente bem para sentar e ler alguma coisa... quem me conhece (fórum etc) sabe o motivo disso e quem não sabe, só peço desculpas e que entendam. Eu tenho vários rascunhos para serem completados e postados, vários livros para serem lidos e terem suas devidas sinopses e opinião postadas aqui, mas, infelizmente, o blog - e as visitas nos seus - ficarão suspensos por alguns dias.

Quero, até, agradecer humildemente a visita e os comentários de vocês aqui no "Quando nada mais tiver graça..." e que cresce bastante devido a divulgações que começei a fazer e sugestões que recebi de um amigo sobre blogs; os comentários e o número de visitas crescem a cada dia, e eu me sinto na obrigação de postar cada vez mais aqui, porém isso não será possível, por mais que eu queria muito.
Desculpe o desabafo e a explicação toda, mas não gosto de deixar ninguém na mão e nem de sumir e não avisar.

Obrigada.

_________________________________________________________


Chegando juntos - Emlyn Rees e Josie Lloyd

Um romance diferente, o qual foca diversos pontos sobre os comportamentos, pensamentos e atitudes de homens e mulheres - do ponto de vista de ambos. Cada capítulo é narrado por um personagem, ora Jack, ora Amy. Duas pessoas que possuem objetivos de vida completamente opostos, que acabam se conhecendo e, mesmo contra o destino, se apaixonando.
Jack Rossiter tem 27 anos, é solteiro - daqueles bem cafajestes e garanhões - e trabalha numa pequena galeria, mas apenas "para pagar as contas", já que espera, um dia, expor seus próprios quadros. Ele mora com Matt, seu melhor amigo e que possui melhor condição financeira que ele. Na festa de aniversário de Matt, Jack se depara com uma "Garota Misteriosa", é Amy Crosby. Ela, por sua vez, é bonita, inteligente e sexy, porém traumatizada quando o assunto é homem, devido a seu último relacionamento, e por isso, não quer mais um romance qualquer, mas um verdadeiro e sincero.
O destino junta Amy e Jack em inusitadas situações. Será que eles vão ficar juntos? Amy irá encontrar, finalmente, o seu par ideal? E Jack? Vai tomar jeito e ver que é, sim, um homem para casar? Um livro repleto de humor, romance e sexo; para você ler e, a cada capítulo, se identificar e se surpreender com esse casal.

_______________________________________________________________

Minha Opinião

Comprei esse livro porque estava R$9,90 na livraria aqui perto de casa... no começo, achei o livro meio confuso, parando e perguntando diversas vezes, "Ei, peraí! Quem está narrando agora mesmo?", além da própria linguagem, que chega a confundir. Mas aos poucos a história foi me envolvendo de uma maneira estranha, surpreendente e me deparei pensando, "E a Amy, tadinha, como deve tá?" e correndo para chegar no próximo capítulo. Um fato que comento é que tomem cuidado, quem for muito novo/nova. O livro contêm situações de sexo, além de um linguajar obsceno, mas, mesmo assim, consegue fazer com que essas partes sejam as mais engraçadas do livro - um exemplo, é a parte em que Jack imagina uma conversa entre ele e seu próprio pênis. No livro, questões são discutidas, as quais nunca sairão de moda: se devemos perdoar quem amamos, se podemos nos entregar àquele amor, se ele é realmente o certo ou até mesmo, se vale a pena abrir mão para agradar ao outro. Cenas hilariantes e uma história diferente de muitos Chick Lit's, onde mostra que ninguém é perfeito e que todos podem cometer erros.

_____________________________________________________________

Título:
Chegando Juntos (Come Together)
Autor: Emlyn Rees e Josie Lloyd
Editora: Record
Ano: 2000
Número de páginas: 380
ISBN: 8501058076

julho 29, 2009

Série: Dexter


Dexter



Dexter Morgan (Michael C. Hall) é um analista forense na polícia de Miami, mas possui obscuros segredos. Ele é especialista em dispersão de sangue no departamento, mas fora de lá também lida muito bem com mortes, pois Dexter é um assassino em série. Parar de matar está fora de cogitação; porém, com a ajuda de seu pai adotivo, Harry Morgan (James Remar), conseguiu encontrar uma forma de se controlar, através de um tipo de Código de conduta imposto por Harry. Assim, Dexter mata apenas aqueles que a própria polícia não consegue capturar e pôr atrás das grades, fazendo sempre o mesmo ritual e guardando uma gota do sangue da vítima, como um troféu. Ele consegue viver uma vida "normal", fingindo ter emoções e que se preocupa com as pessoas a sua volta, tais quais sua namorada, Rita Bennet (Julie Benz) e sua irmã Debra Morgan (Jennifer Carpenter), mas no fundo vive um dilema, pois nunca pode ser ele mesmo.


video


________________________________________________________

Minha Opinião

A série Dexter, para mim, é a melhor de todas as outras que eu acompanho. Cada temporada conta uma história diferente e super envolvente. Por trás de todas os assassinatos, cometidos por Dexter, há um dilema pessoal do personagem e isso faz com que cada vez mais sua vida seja desvendada pelos telespectadores. Já levei sustos, chorei e sempre rio muito com as tentativas dele de tentar se passar como uma pessoa qualquer em meio a multidão. Não me esqueço da cena em que Rita está chorando ao ver um filme e ele não sabe o que fazer, então pensa "acho que não vou piscar, talvez assim uma lágrima escorra". Ele é assim, não chora, não fica triste nem alegre, vive em seu mundinho onde nada pode ser diferente e suas conversas são sempre com ele mesmo, em seus pensamentos... até chegar na terceiro temporada, quando recebe uma notícia que mudará tudo a sua volta. Um seriado que eu dou nota 10, e que digo, há muito mais além de todo sangue, uma moral talvez, algo que faça você pensar. Vale super a pena assistir; a quarta temporada estreia em setembro nos EUA.


Série baseada no livro de Jeff Lindsay, "Dexter, a mão esquerda de Deus" (Darkly Dreaming Dexter).

julho 27, 2009

Selinhos, parte 3


Obrigada Vinha e Isa :}




Regras:
1. Responder às perguntas:
- Uma música mágica: Lua de Cristal - Xuxa
- Um filme mágico: História sem fim
- Uma viagem mágica: São Paulo com o colégio, dois anos seguidos, ver os musicais "O Fantasma da Ópera" e "My F
air Lady"
- Um acessório de maquiagem mágico: A combinação lápis preto e blush rosa

2. Indicar o selinho para 5 blogs:
Então... como eu demorei para postar esse selinho por aqui, praticamente todo mundo já recebeu, se você aí que está lendo NÃO recebeu, avise no comentário. Que aí eu linkarei seu blog com todo o prazer por aqui... (e não pense que eu esqueci de VOCÊ, mas são cerca de 50 blogs nos favoritos).

_______________________________________________________


Obrigada Vinha!


Regras:
1. Linkar quem te deu o selinho:
http://thoughtsteen.blogspot.com/

2. Responder às perguntas:
- Por que este blog é lindo?
Porque ele é tanto lindo visualmente quanto no conteúdo, o que faz com que seja muito bem frequentado.
- Qual é a palavra mais linda?
Paz.
- Qual o sentimento mais lindo?
Amizade.

3. Mandar o selinho para 5 blogs:
(na verdade vou mandar para 6... duas dessas já receberam, só fui ver depois)
- Garotas Lunáticas da Simone
- My Blog da Isahh
- A Bolha da Gabi
- Pink Suglasses da Jenny
- Lost in Chick-Lit da Ju
- Just like Isaa da Isa

julho 22, 2009

Filmes: Uma Noite no Museu 1 e 2


Uma Noite no Museu 1


Larry Daley (Ben Stiller), depois de saber que o fato de estar sempre se mudando estava prejudicando seu filho, resolve aceitar o emprego de vigilante noturno no museu de história natural de NY, sem saber o que estava por vir. Em sua primeira noite, recebe dos antigos vigias um manual, que não chega a ler e o aviso "não deixe ninguém entrar e nem sair". Mas então, do nada, o dinossauro ganha vida e resolve brincar com Larry; depois de uma ligação para tentar se salvar, ele vê que a solução está bem na sua frente: "Jogue o osso", primeira regra do tal manual. A partir daí, ele percebe que não está sozinho no museu e que as próximas noites serão totalmente diferentes do que ele está acostumado.





video



Título: Uma Noite no Museu
(Night at the Museum)
Diretor: Shawn Levy
Elenco: Ben Stiller, Lou Torres, Dick Van Dyke,
Robin Williams, Owen Wilson, Steve Coogan,
Patrick Gallagher, Carla Gugino,
Matthew Harrison, Mickey Rooney, Paul Rudd
Ano: 2007
Duração: 108 minutos



_____________




Uma Noite no Museu 2


Larry está de volta, mas dessa vez ele virou um grande empresário e criador de alguns produtos no mercado. Um dia, sente saudade de sua vida no museu e resolve visitar seus antigos amigos, e, ao fazer, recebe a notícia que as estátuas de cera e os outros personagens históricos, serão transferidos para o grande museu de Washington DC., para darem lugar a uma nova tecnologia digital. Passa-se uma noite, e Larry recebe uma chamada de Jedediah, dizendo que algo ruim está acontecendo. Sem nem pensar duas vezes, o ex-vigia corre para a capital a fim de ajudar seus amigos e lá vive uma grande aventura, tentando salvá-los das mãos do irmão do Faraó Akhmenrah (Rami Malek), o Faraó Kahmunrah (Hank Azaria), que por causa da placa mágica egípcia, revive e diz ser o "dono do mundo". Mais uma aventura, dessa vez em grandes proporções!







videoAlinhar à esquerda


Título: Uma Noite no Museu 2
(Night at the Museum: Battle of the Simithsoian)
Diretor: Shawn Levy
Elenco: Ben Stiller, Amy Adams, Hank Azaria,
Robin Williams, Owen Wilson, Steve Coogan,
Patrick Gallagher, Ricky Gervais,
Jake Cherry, Rami Malek, Mizuo Peck
Ano: 2009
Duração: 105 minutos




___________________________________________________________


Minha Opinião

Ambos os filmes contam a história de uma placa que tem o poder de dar vida a seres inanimados, mas vi que os filmes não são totalmente iguais. Se pedirem para eu falar qual gostei mais, diria que foi o segundo, pois teve um enredo mais elaborado e com as cenas em lugares variados, não só no museu. Ri muito quando o Faraó Kahmunrah chamou o Darth Vather de asmático e perguntou se aquela capa era pra ir numa ópera, apesar daquele momento eu não ter entendido muito, pois a placa não estava no mesmo lugar que os "habitantes" do museu de Washington, e mesmo assim eles continuaram vivos, enfim. Mesmo sendo filmes de comédia, um pouco grotesca, tem quem diga, eles possuem uma moral. O primeiro mostra a relação pai e filho e como é importante, e o segundo filme fala de como você não deve esquecer de onde você veio, suas verdadeiras origens, além claro, do valor da amizade. Quem quer se divertir sem se preocupar, "Uma Noite no Museu" é uma boa pedida.


Filme baseado no livro infantil ilustrado homônimo de Milan Trenc.

julho 18, 2009

Livro: Formaturas Infernais

Vocês pediram e aí está o livro escolhido na enquete!

_________________________________________________________

Formaturas Infernais - Meg Cabot, Stephenie Meyer, Michele Jaffe, Kim Harrison, Lauren Myracle




Formaturas Infernais juntou cinco grandes autoras em cinco contos, para mostrar que nem sempre a grande noite da formatura pode ser perfeita. Vampiros, demônios, mortos-vivos ou até mesmo a própria Morte pode ser um dos convidados e, para piorar, você pode ser o par de um deles.

__________________________________



A filha da exterminadora - Meg Cabot
Mary é uma caçadora de vampiros que age profissionalmente, mas quando essa criatura das trevas começa a mexer com sua melhor amiga, aquilo se torna extremamente pessoal. Mary, portanto, usa a formatura como palco de sua caçada e acaba conhecendo Adam, um garoto que não liga para o grande segredo que ela possui.

O buquê - Lauren Myracle
Cuidado com o que você deseja. Esse é o recado que Frankie recebe ao visitar Madame Zanzibar e receber dela um buquê poderoso, o qual pode realizar 3 desejos. Will é seu melhor amigo, mas para ela, ali deveria ter mais que uma amizade; Frankie, portanto, acaba cedendo aos poderes do tal buquê, mas tem que lidar com suas consequências.

Madison Avery e a Morte - Kim Harrison
Madison vai morar com seu pai, depois de ter aprontado algumas quando morava com sua mãe. Ela, porém, está tendo dificuldades em se adaptar ao novo colégio. Durante o baile, quando já estava desistindo e indo embora sozinha, apesar de ter chegado lá com Josh, dá de cara com Seth, um bonitão desconhecido. Mas ela verá que não se pode confiar em qualquer um que se conhece e coisas estranhas passam a acontecer.

Salada mista - Michele Jaffe
Miranda é um pouco diferente das outras garotas de 18 anos, além de não ter namorado, ela ainda possui um extra nos seus sentidos, o que faz que ela escute os batimentos cardíacos das pessoas a sua volta ou até mesmo veja seus poros na pele, por exemplo. Para fazer parte do time de roller derby feminino, ela é obrigada a trabalhar como motorista, e, um dia, pega como passageira Sibby Cumana. Depois de muitos beijos e uma noite um pouco confusa, Miranda verá que não é a única pessoa fora do normal.

Inferno na Terra - Stephenie Meyer
Gabe Christensen é rejeitado por seu par, Celeste, a qual começa a se comportar estranhamente na formatura. Mas ela não é a única, todos os casais parecem estar tendo uma péssima noite e a causadora disso tudo é uma garota misteriosa, ou melhor, algo misterioso. Apesar de ter todos os motivos para poder sair e voltar para casa, Gabe sente que alguém precisa dele aquela noite. Talvez ele seja mais importante que pensa.

_________________________________________________________________

Minha Opinião

Já tinha lido que esse livro não era muiiiito bom, mas eu gostei sim. Meu conto preferido foi "Salada Mista" e o pior "A filha da exterminadora". Desculpe Tia Meg, mas melhor você continuar escrevendo sobre romances. Todos os contos penderam pro lado sobrenatural e acho que isso meio que desmotivou alguns leitores (pelo menos eu), e nenhum teve um fim. Quero dizer, ficou faltando alguma coisa pra terminar de verdade. Tanto que o 3º conto possui uma continuação em livro ("Once Dead, Twice Shy"; fiquei sabendo graças às meninas da GR, beijos girls). Recomendo pra quem quer se divertir um pouco, mas sem compromisso.

_______________________________________________________________

Título: Formaturas Infernais (Prom nights from hell)
Autor: Meg Cabot, Stephenie Meyer, Michele Jaffe,
Kim Harrison, Lauren Myracle
Editora: Galera Record
Ano: 2009
Número de páginas: 288
ISBN: 9788501085368

julho 15, 2009

Info: Prêmio SESC de Literatura 2009

Navegando pelos sites, pra ser mais específica, no site do G1, no editorial Pop & Arte, apareceu em um barner a seguinte propaganda: Prêmio SESC de Literatura 2009. A curiosidade falou mais alto e eu resolvi clicar. Assim que li todas as informações, pensei "tenho que falar com as meninas do fórum". Cheguei a pensar em falar sobre no tópico "Chat", no fórum da Galera Record, mas nada como um blog para melhor divulgação, portanto estou aqui, abrindo mais um espaço em meio aos livros, séries e filmes, para falar sobre esse tal Prêmio.

__________________________________________________________


Prêmio SESC de Literatura 2009

Desde 2003, o SESC fornece a oportunidade para novos autores realizarem seus sonhos, ou melhor, divulgarem seus livros. A inscrição é gratuita e pode ser realizada pela internet, por aqui, ou até mesmo em uma unidade do SESC em sua cidade. Poderão concorrer em duas categorias, conto ou romance. Mas como qualquer concurso, existem regras, como por exemplo, o de que a obra, e até mesmo alguma outra obra do autor, que seja do mesmo gênero, enviada para participar não poderá ter tido nenhum tipo de publicação - livrarias, internet etc.

Para mais informações é só entrar no edital do concurso. As inscrições poderão ser efetuadas até 30 de setembro de 2009, e o resultado será divulgado em fevereiro de 2010. A obra vencedora será publicada e distribuída pela Editora Record.


Boa Sorte a quem resolver participar!

julho 03, 2009

Série: Castle

Eu sei, milhões de anos pra atualizar... Mas ando confusa ultimamente, desculpe! Nem sei como eu ainda ganhei o selinho de 'atenciosa', enfim.

______________________________________________________________

Castle


Richard Castle (Nathan Fillion) é um autor de livros de suspense policial, mas também é famoso por seu jeito sedutor; já Kate Beckett (Stana Katic) trabalha na NYPD. A série começa com a detetive, trabalhando em vários casos que têm ligação com Castle - um assassino começa a copiar as mortes descritas em seus best-sellers - o autor, portanto, é chamado para ajudar a solucionar os crimes, ao lado de Beckett. A identidade do copiador é desvendada, porém, Castle se sente atraído por Beckett e, usando de seu poder e influência, consegue fazer com que o deixem ser um observador nos futuros casos da NYPD, ao lado da detetive, com a desculpa de estar escrevendo um livro baseado nela e que busca, portanto, inspiração. "Entre tapas e beijos", começam a formar uma boa dupla nas investigações; eles são o exemplo de que um autor teimoso e uma detetive durona, podem funcionar brilhantemente, afinal, "duas cabeças pensam melhor que uma".


video

______________________________________________________________

Minha Opinião

Comecei a ver Castle não esperando muito do seriado, pois assim como muitos que eu começei a ver esse ano, era estreia. E sabem como é estreia, sempre fica com aquele ar de que faltou alguma coisa ou um gostinho de quero mais. E "Castle" foi uma mistura dessas sensações. Digo isso, pois gostei muito dessa serie, até os vírus geeks, os quais também viciados em seriados, que tomaram conta do meu cérebro ano passado, chegaram a fazer uma festa (fazendo com que eu ficasse com enxaqueca durante um tempo, mas a polícia cerebral chegou e acabou com a farra), para comemorar a renovação, que estava por um triz (depois dessa, eu não me rendo a eles para ver "Battlestar Galactica", como estão tentando). Gostei do enredo, bem criativo e da simplicidade com que "Castle" é rodado, não sei quanto eles gastaram, mas parece que foi na média, além da química gostosa entre os personagens principais e, é claro, o humor de Rick, impagável. Fiquei com a tal sensação de "só isso?", mas espero ansiosa pela 2ª temporada e torço pelo romance dos dois!

julho 01, 2009

Outros Selinhos

Galera, eu ando meio sumida... mas é que eu ainda tenho que escrever sobre seriados etc, está super em falta aqui.
Enquanto isso, vou postar sobre os outros 2 selinhos que eu ganhei. E, ah, eu não vou colocar blogs nenhum, ok? É porque todos já ganharam, praticamente... E eu ando um pouco confusa em relação a blogs e atualizações.

1º Divulgar o link do blog que te presenteou com o selinho:
http://thesmallisland.blogspot.com/ e http://lilly15.blogspot.com/

2º Responder a pergunta: Qual leitura marcou mais a sua vida?
Bom, eu pensei durante um bom tempo e cheguei a conclusão que seria Harry Potter. Eu tinha uns 8 anos quando, numa bienal, resolvi comprar o 2º livro do HP, já que minha amiga tinha o primeiro. Não aguentei pegar logo o livro com ela e li o 2º primeiro do que o 1º livro. A partir daí não parei... HP foi e sempre será uma das minhas coleções preferidas, pois foi com ele que eu me empolguei e começei a gostar de ler cada dia mais.

_________________________________________________________________


Questionário:

1- Quando você recebe comentários o que sente?
R. Sinto que não estou sozinha nesse mundo dos Blogs... Que sou querida e eu me sinto muito feliz assim.
2- Você responde a todos os seus comentários individualmente ou costuma responder aos comentários de uma forma geral nas postagens?
R. Normalmente eu respondo na própria janela dos comentários ou no blog da pessoa, depende.
3- Você costuma visitar as pessoas que te visitam?
R. Claro, se elas me visitam, porque eu não visitaria? Até coloco na lista dos meu favoritos blogs.
4- Se você tivesse que escolher uma única blogueira para descrever o exemplo de atenção para com as amigas qual seria?
R. Melhor não responder, senão estarei morta!
5- Todas as blogueiras você conheceu pela Internet, ou tem alguma que você já conhece pessoalmente?
R. Praticamente todas pela internet mesmo, mas isso não impede nada.

Muito obrigada Dandra, Lilly, Simone, Gabi e Ana!